OAL mantém e fornece a Hora Legal Portuguesa, desenvolve e apoia atividades de investigação científica em Astrofísica, de divulgação e formação, de estudo e preservação do excelente acervo patrimonial, além de manter um serviço público nas suas áreas de intervenção.

Imagens

  • ECLIPSE SOLAR TOTAL DE 21 AGOSTO 2017

    Evolução do eclipse parcial em Lisboa, desde o seu início até ao ocaso, no referencial centrado no sol (disco amarelo). A evolução do eclipse é determinada pela passagem da lua (disco preto). A passagem do tempo (hora local) é indicada na figura, bem como a variação de azimute (contado S->O) e altura do sol.

    A sombra da Lua sobre a Terra, ou seja a região onde o eclipse é total, vai percorrer uma trajetória do Oceano Pacífico ao Atlântico, atravessando os Estados Unidos no sentido noroeste a sudeste, da costa do Oregon à costa da Carolina do Sul.

    O eclipse será apenas visível como eclipse parcial em todo o território português, que ficará na penumbra da Lua. Na maioria do território nacional, o eclipse parcial será pouco percetível  pois começa quando o sol já se encontra próximo do ocaso, altura em que as imagens dos astros apresentam más condições de observação. Nalgumas localidades, o ocaso dá-se antes do eclipse atingir o máximo de magnitude, enquanto que noutras ainda será possível ver o instante do máximo, mas apenas nos Açores é que o eclipse parcial vai ser visível desde o seu início até ao fim, apesar de também aí o sol estar já baixo no horizonte.

    As nossas tabelas sobre as circunstâncias locais do Eclipse Solar 21/Ago/2017 apresentam a hora exata dos instantes do eclipse para várias cidades portuguesas, bem como as percentagens de área solar coberta, que variam entre 16% e 22% no continente e que serão de 28% nos Açores e de 33% na Madeira. O documento Eclipses em 2017 contém alguma informação complementar sobre o eclipse de 21 de Agosto.

    Apresentamos também diagramas com o aspeto de algumas fases do eclipse para diversas localidades. Em particular na animação no alto da página, pode-se ver a evolução do eclipse em Lisboa desde o seu início até ao ocaso. A imagem abaixo representa também a evolução do eclipse em Lisboa, à medida que o sol vai descendo no horizonte. É notória a aproximação entre os 2 astros na sua descida para o horizonte, bem como os instantes de início de eclipse e ocaso do sol.

    Evolução do eclipse parcial em Lisboa desde as 19:30 , passando pelo 1º contato (às 19:46) até ao ocaso (20:23)

    ATENÇÃO: a observação do Sol pode ser perigosa!

    Seja cuidadoso, certifique-se que conhece todos os perigos e as formas seguras de observar o sol e informe, ajude, quem não sabe.

    A população escolar deve ter especial cuidado com a observação do sol durante o eclipse.

    Consulte a nossa página com informação completa sobre este tema e técnicas seguras de observação, em colaboração com a DGS e a SPO:    OBSERVAR O SOL EM SEGURANÇA

visualizar e/ou assinar o Livro de Visitas do OAL

Consulte e assine o Livro de Visitas

 

Comments are closed.