livro de VisitasBem vindo ao Livro de Visitas do OAL

 

Esta versão electrónica segue uma tradição iniciada em 1865, de assinaturas e comentários deixados pelos visitantes do OAL, no Livro de Visitas. Entre muitas pessoas mais ou menos anónimas, surgem nomes bem conhecidos da ciência, política e cultura de então.

VisitBookOALweb

O livro histórico dos visitantes do ROAL.

Junte-se aos muitos visitantes do passado e do presente, deixando um comentário neste Livro de Visitas. Todas as entradas são sujeitas a aprovação prévia antes de publicação.

O OAL reserva-se o direito de não publicar comentários abusivos.

 
  1. Renovados parabéns pelo vosso sítio. Agradável à vista e sempre com conteúdos interessantes. Quanto à excelente abordagem da temática natalícia e da “estrela” de Belém, não mereceria uma referência o cometa com cauda – sui – descrito pelos chineses em 5 a.C., observável na Arábia, Mesopotâmia ou Pérsia…(Colin Humphreys)?
    Feliz Natal para todos.

    • Caríssimo António Trindade. Muito agradeço o seu comentário e a informação dada. O objectivo da notícia foi mencionar o fresco de Giotto e o seu forte impacto na tradição católica. Tive a oportunidade de ler o artigo que é extremamente interessante. Comecei a verificar os dados que lá estão e parecem-me ser muito razoáveis apesar de eu ainda ter algumas questões que precisam de mais esclarecimento. Mas desde já muitíssimo obrigado pela informação e ficam os votos de um Feliz 2016.

  2. É a 1ª vez que visitei o site e gostei muito.
    Faz-me vir à memória os documentários do Prof. Carl Sagan.
    É uma das coisas que mais me fascina, a Astronomia e a Astrofísica, mas por outro lado, talvez, um pouco difícil de compreender, pois a compreensão do espaço e do tempo em termos de universo é complicada.

  3. Apesar de eu ser um italiano que vive na Itália e apesar de termos também na Itália uma entidade oficial que mede o tempo e dá o tempo oficial italiano, eu, para acertar o meu relógio, utilizo sempre o tempo do OAL! É claro que utilizo para minutos e segundos, pois para às horas hei de acrescentar mais uma, como vivo na Itália. Adorei a explicação do segundo a mais, vocês conseguiram explicar duma forma muito simples e clara, coisas bastante cumplicadas, mas todos agora podem perceber. Tudo isso que vocês explicaram é tão fascinante! Eu nunca tinha ouvido falar nisso, fiquei muito feliz de aprender convosco. Obrigado. Continuem sempre assim! Desejo-lhes uma continuação de bom trabalho. Um abraço desde a Itália.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*